Bem Vindo ao BLOG Younger

O BLOG DA YOUNGER, é o mais novo canal de intercâmbio de informações do estudante. Acompanhe as notícias atualizadas do que acontece no mundo do intercâmbio e amplie seu conhecimento sobre seu país de interesse.

Calendário

agosto 2018
S T Q Q S S D
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Conhecendo Vancouver

quarta-feira, 30 de março de 2011 - 18:03
postado por Younger Intercâmbio

Vancouver é a maior cidade do lado oeste canadense e concentra uma miscigenação incrível de povos, raças, culturas e línguas. Com atrações interessantes e cenário encantador, é destino certo para quem gosta de todo tipo de atividade: cultural, esportes, para negócios, imigração ou ecologia, por exemplo. A cidade é cheia de museus e galerias de artes, além de bons restaurantes e muita opção de lazer. Sua população é de 538.000 habitantes, mas ultrapassa os 2.1 milhões se juntarmos com os arredores. Apesar de grande, quem chega a Vancouver não se sente numa metrópole, pois a cidade é espalhada e o trânsito flui bem, além de muito bem organizada.

Situada na Província de Columbia Britânica, é tida como um dos melhores lugares do Canadá para se viver. A natureza é exuberante em toda a Província e a cidade soube incorporar e preservar o cenário natural. Rodeada de montanhas e parques, oferece muito espaço para os que gostam de curtir as atividades ao ar livre como esqui, raquete na neve e snowboarding entre outras no inverno. No verão as pessoas preferem a bicicleta, fazer trilhas, andar de patins ou simplesmente curtir o sol no parque, ler um bom livro ou admirar a beleza da cidade. As praias de Vancouver também são muito populares e recebem um bom número de interessados no verão.

Downtown:

Conhecer e explorar o centro da cidade é uma obrigação por parte do visitante. Por muitas vezes o turista poderá se sentir em Begin, China tão grande é a comunidade asiática. Certamente o centro de Vancouver pode ser explorado a pé, mas é também aconselhável a utilização do transporte público. Pegue o SkyTrain que é o mais longo e rápido sistema de transporte automatizado e opera em três direções. Dependendo do tempo da visita escolha a bicicleta para um passeio mais detalhado e sinta a vibração do centro. A bicicleta ainda pode te levar ao parque Stanley, que é um dos mais populares do Canadá.

Visita Obrigatória:

Vancouver Art Gallery – situada na 750 Hornby St., esta galeria de arte de 4 andares oferece várias exposições, pinturas, vídeos e, claro, peças de artes. Preço por pessoa: $19.50 (dólar canadense).

Capilano Suspension Bridge – aberto em 1889, é um programa para quem gosta de atividades radicais e ligadas a natureza. $28 por pessoa. Para mais informação entre no site: www.capbridge.com

Vancouver Aquarium – grande seleção de anfíbios, répteis e mamíferos marinhos. O parque oferece encontros próximos a golfinhos, tartarugas, lontras, leões marinhos e belugas. Os encontros são pagos a parte e a entrada custa $21 por pessoa. www.visitvanaqua.org

Grouse Mountain – esqui no inverno e trilhas no verão são as atrações deste lugar espetacular. Prepare a câmera para fotos no topo da montanha. Diversão e muita adrenalina são garantidas. www.grousemountain.com

Clima:

Vancouver é tida como uma cidade de clima oceânico. O verão, que vai de Julho à Setembro, é quente e seco. O inverno é moderado se compararmos a grande maioria das cidades do Canadá. Janeiro é o mês mais frio e a média fica na cada dos 2.5°C. O fato de a temperatura ficar quase sempre acima do zero faz com que a cidade tenha pouca neve durante o inverno. Em compensação, a chuva é praticamente constante e é motivo de irritação para a grande maioria dos moradores. Para se ter uma idéia Dezembro e Janeiro recebem mais de 200mm de chuva. Os brasileiros que moram em Vancouver a chamam de “Vanchuver”. Em inglês o nome acabou ficando “Raincouver”.

Balada:

Não só de natureza e chuva vive Vancouver. A noite é bastante viva e agitada dando aos habitantes e turistas muitas opções. Boates, casa de shows e restaurantes sofisticados fazem parte do roteiro. Um lugar muito popular e visitado é o Granville Entertainment District, no centro da cidade, onde se concentram vários bares e pubs. The Roxy e The Commodore operam como boates e também contam com música ao vivo. Umas das melhores opções para quem gosta de acompanhar esporte (Hockey principalmente) em grandes telas é o The Lamplighter que também tem uma boa variedade de bebidas e cockteis. Como não poderia deixar de ser, a noite de Vancouver também oferece bons programas e lugares para gays e lésbicas, como o Celebrities (1022 Davie St.) ou o Lick Club (455 Abbott St., no centro da cidade). Para quem gosta de sofisticação e um prato refinado o Pourhouse é um a ótima opção e fica na 162 Water St., em Gastown.

Custo de vida:

Vancouver teve um impressionante crescimento na última década devido, entre outros fatores, a economia e imigração. Considerada sempre entre uma das melhores cidades do mundo para se viver (quarta posição em 2010), possui um elevadíssimo custo de vida. Em 2007, segundo a Forbes, obteve o sexto lugar de maior crescimento no setor imobiliário em relação a preço. Foi, àquele ano, o segundo maior da América do Norte, depois de Los Angeles (EUA). Juntamente com Toronto, Vancouver foi citada como a cidade mais cara do Canadá.

Programas gratuitos:

Stanley Park – 400 acres de muito verde e uma boa estrutura para picnic, o parque é muito popular com média de 8 milhões de visitas por ano. O parque conta com teatro de música, lagos e vários pontos de observação.

Canada Place – situado no norte da cidade, o Canada Place reúne trilhas e um curto caminho que expõe artes que representam as mais importantes cidades do país, além das Províncias e Territórios. É também um bom lugar para ver o porto e seus navios, além de uma privilegiada vista da cidade.

Kitsliano Beach – também conhecida de Kits Beach, esta praia é agitada e muito popular. É um bom lugar para curtir um dia ensolarado, nadar e jogar vôlei de praia.

Aos que vão de visita levem uma capa de chuva no inverno. Roupas leves para verão. Mas independente da época do ano a máquina fotográfica é a única coisa que realmente não se pode esquecer.

 

E você que mora em Vancouver, qual o lugar que mais gosta e indicaria ao turista?

Fonte: Sair do Brasil

Deixe um Comentário